sábado, 15 de setembro de 2012

Vamos ajudar: Médicos Sem Fronteiras

Oi meninasss! Como estão?
Mais uma categoria aqui no blog, o "Vamos ajudar". 
Criei esta categoria pois eu acredito que ajudar os outros é uma ação maravilhosa e que devia ser praticada por todos. E me sinto no dever de incentiva-las através do blog.
Muitas vezes quando eu estou me sentindo mal ou apenas um pouco triste por motivos um tanto idiotas, eu tento parar de me preocupar comigo e passo a me preocupar com os outros que na maioria das vezes estão em situações piores.
Hoje escolhi falar sobre o Médicos Sem Fronteiras, uma organização humanitária que tem como objetivo levar ajuda médica a quem precisa.



 "A organização foi criada em 1971, na França, por jovens médicos e jornalistas, que atuaram como voluntários no fim dos anos 60 em Biafra, na Nigéria. Enquanto a equipe médica socorria vítimas em uma brutal guerra civil, o grupo percebeu as limitações da ajuda humanitária internacional: a dificuldade de acesso ao local e os entraves burocráticos e políticos faziam com que muitos se calassem frente aos fatos testemunhados."

"Oferecer cuidados de saúde em situações de crise é a base do trabalho de Médicos Sem Fronteiras. Conflitos, epidemias, catástrofes naturais, desnutrição e exclusão do acesso à saúde são os principais eixos de atuação de MSF. Tais situações pedem ajuda rápida, com atendimento médico especializado e apoio logístico."
"Além de oferecer atendimento em situações de extrema urgência, MSF também se faz presente em locais onde o sistema de saúde não funciona, ou não existe. A organização oferece cuidados de saúde básica e de prevenção em campos de refugiados, áreas de grande instabilidade ou extremamente isoladas."
Eu descobri o MSF por um comercial na televisão, um vídeo inspirador e tocante. 
Não deixem de assisti-lo:
E se vocês poderem e quiserem ajudar, tem como!
Neste link tem todas as informações necessárias para doadores, vale a pena conferir! 
Você pode fazer uma doação única ou doar mensalmente.
Gostaram da nova categoria? Um beijo

Um comentário: